Precisando de ajuda?

Atendimento por telefone, email, chat, trocas, cancelamentos e dúvidas frequentes.

Clique Aqui
0
seu carrinho está vazio
Home Tudo sobre Portas
 
 
Como escolher a porta ideal para cada ambiente
Na hora de escolher a porta, vários fatores devem ser levados em consideração: a decoração e o estilo da casa, a segurança, o conforto, o espaço disponível, qual o cômodo que vai ser colocada e os ambientes que irá dividir.
Podem ser divididas, basicamente, em dois tipos:
internas
As portas internas geralmente são mais estreitas e podem ser de qualquer tipo de material.
externas
Já as portas externas tendem a ser mais largas e em materiais mais resistentes, devido a exposição à chuva, sol e umidade.
As opções mais indicadas são de alumínio, vidro ou madeira maciça.
A altura padrão de uma folha de porta é 2,10 metros, podendo ser maior quando instalada em entradas. A largura padrão é de 60 cm para banheiros e 70 cm para cômodos internos. Quanto à espessura, o ideal é optar por portas de 3,5 centímetros.
TIPOS DE MATERIAIS:
Existe uma grande variedade de materiais que compõem as portas, entre os mais comuns estão madeira, alumínio, aço, vidro e PVC, cada um indicado para um tipo de uso e cômodo.
O alumínio, por exemplo, é um material resistente a chuvas e outras variações climáticas, não enferruja e é ideal para áreas externas. Também é um material mais leve e de fácil instalação, além de combinar bastante com itens de vidro.
Já as portas de aço são mais simples e baratas. O principal elemento utilizado em sua fabricação é o ferro, que oferece resistência e durabilidade. Esse tipo de porta não é indicado para locais muito úmidos, pois pode causar ferrugem.
Para entradas e ambientes internos, a porta de vidro garante uma ótima passagem de luz natural. Além de proporcionar um ambiente mais iluminado e ser fácil de limpar, conta com design diferenciado, contribuindo para a decoração da casa.
A tradicional porta de madeira pode ser usada em diversos ambientes. Os tipos de madeira mais comuns são eucalipto, pinus, curupixá, angelim e jequitibá. Uma dica é investir nas portas de madeira maciça, pois são mais duráveis e resistentes, principalmente para ambientes externos.
O PVC funciona como barreira contra ruídos e temperaturas externas. É um material impermeável, resistente a pragas, maresias e corrosões do tempo. É utilizado em vários tipos de portas.
Modelos de
Portas
 
Elementos que compõem a porta
Folha: É a chapa responsável pela vedação do vão ao se fechar a porta, permitindo a abertura e fechamento.
Batente ou Marco: Normalmente feitos de metal ou madeira, são os perfis responsáveis pela fixação das folhas.
Guarnição ou Alizar: Responsável por dar acabamento na junta formada entre o batente e a parede.
Ferragens: São as fechaduras, dobradiças e maçanetas, que garantem o correto funcionamento da esquadria.
Outra dúvida comum na hora de reformar ou construir a casa é o lado de abertura da porta: para esquerda ou para direita? Existe um padrão? Para responder a essa questão é preciso levar em consideração alguns fatores, como qual será a função da porta, onde ela será instalada, qual material utilizado, se será usada em ambiente interno ou externo.
Para isso, faça as seguintes observações: - Vá até o local onde a porta será instalada, posicione-se na parte exterior do ambiente (fora do cômodo que ela manterá fechado) e simule a abertura da porta. - Verifique o espaço disponível para definir o tipo de porta: de correr ou de abrir (de giro). Para a porta de correr, quando a folha correr para o lado esquerdo, a porta será esquerda. Já a porta de giro tem o lado de abertura definido pelo lado que está a dobradiça. Por exemplo, uma porta com dobradiça no lado direito é uma porta direita, e com dobradiça do lado esquerdo, é uma porta esquerda.
E a porta deve abrir para dentro ou para fora do ambiente? O mais comum são portas com abertura para dentro do ambiente, por questões de segurança e comodidade. Mas, em alguns casos, as portas devem abrir para fora, são eles: Banheiros Acessíveis: Para portadores de necessidades especiais, como cadeirantes, por exemplo, facilita o acesso e a movimentação dentro do ambiente. Saída de Emergência: É obrigatório, de acordo com a Norma NBR 9077, as portas de emergência abrirem para fora, pois facilita a evacuação de um grande volume de pessoas. Ambientes muito pequenos: Também é indicado optar pela porta abrindo para fora em ambientes muito pequenos, para evitar ocupar mais espaço do local.

E-mail cadastrado.